Papa Francisco: “Diante da gravidade do pecado, Deus responde com a plenitude do perdão.”

Date:

Operação - 01

por Nilton Ramos

O argentino Papa Francisco tem quebrado tabus seculares na Igreja Católica Apostólica Romana desde que assumiu. Aliás, suas ações foram notadas logo no primeiro dia de seu papado, em Roma.

Francisco substitui o já cansado Bento XVI, recolhido à sua aposentadoria, e doente.

O novo chefe da igreja católica no mundo promoveu importantes mudanças em sua liderança, e ainda enfrenta o conservadorismo de seus colegas cristãos.

Papa Francisco tem se destacado por enfrentar o conservadorismo dos seus colegas. Foto: Redes Sociais.
Papa Francisco tem se destacado por enfrentar o conservadorismo dos seus colegas.  Foto: Redes Sociais.

A simplicidade tem sido a sua marca. Abriu mão do luxo e de exagerado conforto que o Vaticano lhe oferece para uma vida de humildade, o que fortalece suas peregrinações pregando a igualdade entre todos os povos, sem se preocupar com a denominação religiosa.

O Papa Francisco tem enfrentado questões jamais discutidas pela igreja católica, como o divórcio, o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo, entre outros.

Mas Francisco também tem enfrentado atos de corrupção no Vaticano, que se transformaram em caso de polícia, escândalos internacionais.

Sua Santidade também tem viajado por continentes levando a defesa dos povos, das suas crenças, e acima de tudo, a dignidade e da vida.

Na tradicional Missa do Galo celebrada na noite de Natal, na Basílica de São Pedro, o Papa Francisco ensinou que “Deus está no amor com a gente. Ele faz pouco para nos ajudar a responder ao seu amor.” 

O Pontífice ensinou que "é preciso ser duro com o pecado, mas tolerante com o pecador." Foto: Redes Sociais.
O Pontífice ensinou que “é preciso ser duro com o pecado, mas tolerante com o pecador.”  Foto: Redes Sociais.

“Quando você tem Cristo como um amigo, você tem alegria, paz, felicidade”, contou, em sua rápida homilia. 

Ao falar sobre o pecado e o perdão, o Pontífice pediu que o cristão precisa ser duro com o pecado, mas tolerante com o pecador. “Diante da gravidade do pecado, Deus responde com a plenitude do perdão.”  

SPIN

Tem causado discussões nas redes sociais um bate boca entre o cantor e compositor, Chico Buarque e eleitores opositores ao Partido dos Trabalhadores e ao Governo Dilma Rousseff (PT).

No início da semana Chico publicou um vídeo em apoio ao atual Governo e ao PT. O cantor que passava pelo Leblon, no Rio de Janeiro, já noite, foi cercado por um pequeno grupo de descontentes que criticaram atitude do artista.

Tivemos acesso ao vídeo onde Chico e os descontentes discutiram por alguns minutos, mas nada que pudesse transformar os fatos em vias de fato, ou algum tipo de desrespeito a Buarque.

Charge Chico

Por outro lado, qualquer cidadão é o que quer ser. A lei lhe garante o direito de apoiar ou ser simpatizante de quaisquer partidos políticos. O que não se pode admitir é que a liberdade das pessoas seja ameaçada por quem quer que seja, ninguém é obrigado a dar satisfação a ninguém, salvo por força de lei, se se lesou direito alheio. O que não é o caso. 

Não se questiona esse ou aquela sigla partidária. Mas as ações dos seus integrantes sim. Os descontentes que questionaram Chico Buarque ultrapassaram os seus limites.

Chico Buarque bate boca com descontentes com o governo petista. Foto: Reprodução?Youtube.
Chico Buarque bate boca com descontentes com o governo petista.
Foto: Reprodução/Youtube.

Façam o mesmo que Chico Buarque fez. Manifestem suas opiniões nas redes sociais, simples assim. 

 

 

Nilton Ramos
Bacharel em Direito; Pós-Graduado em Direito do Trabalho Lato Sensu; humanista e fundador-presidente da ONG CIVAS – BRASIL.

Compartilhar :

Assinar

spot_imgspot_img

Popular

Relacionados
Relacionados

Relator apresenta plano de trabalho da CPI da Braskem

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da...

Cartilha ajuda a identificar atrasos no desenvolvimento de crianças

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com...