Eliminatórias: Brasil começa com derrota

Date:

por Nilton Ramos*

A Seleção Brasileira começou mal as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, ao perder, jogando no Estádio Nacional Julio Martínez, em Santiago,  por 2 a 0 para o Chile, em um jogo equilibrado, mas não muito agradável de se ver, e de pouca criatividade de parte a parte.

A Seleção comandada pelo técnico Dunga teve bons lampejos no primeiro tempo, até chegou a dominar o confronto, tanto que aos 9 minutos teve uma oportunidade de gol, na cobrança  de falta feita pelo atacante Hulk, enquanto a catimba e a pressão chilenas cometiam faltas nos brasileiros, e tentavam enganar a arbitragem.

Para o segundo tempo, um Brasil preguiçoso, sem criatividade, desorganizado, desinteressado, mal colocado na defesa, e lento no ataque, com erros em lançamentos de média distância, facilitou a vida dos chilenos, que apoiados pela torcida, animada pelo título de campeões da Copa América/15, marcou duas vezes, com Vargas e Alexis Sánchez [2 a 0].

O Brasil volta a jogar pelas Eliminatórias dia 12, no  Castelão, em Fortaleza. A equipe brasileira receberá  a Venezuela, às 22h, pela segunda rodada das Eliminatórias/18.

Brasil volta a jogar na terça, no Castelão, em Fortaleza. Foto: Ricardo Stuckert.
Brasil volta a jogar na terça, no Castelão, em Fortaleza.
Foto: Ricardo Stuckert.

Na estreia, os venezuelanos foram derrotados em casa por 1 a 0 pelo Paraguai.

CHILE E BRASIL – Com o maior vencedor do futebol mundial e o atual campeão da Copa América em campo, o que se viu foi um primeiro tempo muito disputado, com marcação forte dos dois lados. Com as duas áreas congestionadas, o Brasil assustou primeiro em uma cobrança de falta de Hulk, e o Chile respondeu com Vargas ao finalizar com perigo.

Aos 25, Oscar recebeu cruzamento, finalizou  forte de esquerda e mandou por cima do de Bravo. Pouco depois, David Luiz sentiu uma lesão no joelho esquerdo e foi substituído por Marquinhos.

No final do primeiro tempo, os dois times quase marcaram, mas ambos pararam na trave. Alexis Sanchez foi acionado na entrada da área e acertou uma bomba no poste direito de Jefferson. Em seguida, Hulk tentou o cruzamento e quase marcou: Bravo, ajudado pela trave, segurou.

O segundo tempo começou com a Seleção Brasileira tomando mais iniciativa. Nos primeiros minutos, Willian foi derrubado na entrada da área, Oscar cobrou falta na barreira e, no rebote, o próprio Oscar chutou bem, mas a bola passou longe. Na resposta, Isla arriscou de muito longe e acertou a trave.

Com a torcida empurrando, o Chile passou a sufocar, mantendo mais a bola no campo inimigo, deixando sua defesa exposta às investidas pelo time de Dunga.. Em contra-ataque, Willian partiu em velocidade pelo meio, foi agredido por Díaz em uma falta dura, e o chileno recebeu apenas o cartão amarelo.

Aos 26 minutos, após cobrança de falta pela direita, Vargas desviou e marcou para o Chile e assinalou 1 a 0. Em uma reação imediata, Douglas Costa arrancou pelo meio de campo e chutou forte, mas a bola foi pra longe do gol.

Vargas comemorou muito o gol que abriu caminho da vitória chilena. foto: AFP.
Vargas comemorou muito o gol que abriu caminho da vitória chilena.
foto: AFP.

Buscando mais força no ataque, Dunga promoveu as entradas de Ricardo Oliveira e Lucas Lima nos lugares de Hulk e Luiz Gustavo, respectivamente. Atacante do Santos quase marcou em duas vezes. Primeiro, em uma jogada pela direita, Willian cruzou, e Ricardo quase concluiu. E, na sequência, o artilheiro do Campeonato Brasileiro recebeu na entrada da área e chutou pra fora.

O ala do Real Madri não cumpriu bem seu papel na seleção contra o Chile. Foto: Rafael Ribeiro.
O ala do Real Madri não cumpriu bem seu papel na seleção contra o Chile. Foto: Rafael Ribeiro.

Já no final, Alexis Sánchez aproveitou um passe na pequena área brasileira e fez Chile 2 a 0.

FICHA TÉCNICA DE CHILE 2 X 0 BRASIL

Chile – Bravo; Medel, Silva [González] e Jara; Isla, Díaz [Vilches], Vidal, Beausejour e Valdívia [Fernández]; Sanchez e Vargas. Técnico: Jorge Sampaoli.

Brasil – Jefferson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz [Marquinhos] e Marcelo; Luiz Gustavo [Lucas Lima], Elias, Willian, Oscar e Douglas Costa; Hulk [Ricardo Oliveira]. Técnico: Dunga.

NEYMAR JR. – O técnico Dunga não poderá contar com o atacante do Barcelona pelo menos por mais uma partida. Ele cumpre suspensão por causa da expulsão por agressão ainda na Copa América, em que a Seleção Brasileira ficou nas Quartas-de-final do torneio, vencido pelo Chile.

ARGENTINA TAMBÉM DECEPCIONA – Nos demais jogos da rodada pelas Eliminatórias Sul-Americanas, o Paraguay bateu a Venezuela fora de casa por 1 a 0.

O Equador surpreendeu os atuais vice-campeões mundias, argentinos, ao marcar 2 a 0 em Buenos Aires.

Falipe Caicedo levou a melhor no confronto com os argentinos. Foto: AFP.
Falipe Caicedo levou a melhor no confronto com os argentinos, e fez um dos gols na vitória equatoriana em Buenos Aires. Foto: AFP.

Os bolivianos também perderam em seus domínios ao sofrerem 2 a 0 do  Uruguay, e Colômbia bateu por 2 a 0 Peru.

Nilton Ramos
Bacharel em Direito; Pós-Graduado em Direito do Trabalho Lato Sensu; humanista e fundador-presidente da ONG CIVAS – BRASIL.

Compartilhar :

Assinar

spot_imgspot_img

Popular

Relacionados
Relacionados

Relator apresenta plano de trabalho da CPI da Braskem

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da...

Cartilha ajuda a identificar atrasos no desenvolvimento de crianças

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com...