Liminar do STF autoriza a liberdade do goleiro Bruno

0
481

Uma liminar do ministro Marco Aurélio Mello do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu a liberdade ao ex-goleiro Bruno nesta sexta-feira (24). O ex-jogador do Flamengo cumpria pena na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), em Minas Gerais, pelo assassinato de Eliza Samudio, em 2010.

Segundo a assessoria do STF, o ministro Marco Aurélio Mello entendeu que Bruno tem direito a responder em liberdade enquanto aguarda o resultado dos recursos à condenação, mas a decisão não se aplica a outras eventuais condenações que o jogador esteja sujeito.
A íntegra da decisão ainda não foi divulgada pelo STF.
O advogado Lúcio Adolfo informou que já está com uma cópia e que está providenciando a comunicação junto à Apac, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ainda segundo o defensor, o jogador deve deixar o local ainda nesta hoje.

Bruno Fernando foi condenado pela Justiça de Minas Gerais a 22 anos e três meses de prisão pela morte e ocultação do cadáver da ex-amante em 2010, cujo o corpo não foi encontrado até hoje.

O goleiro cumpria a pena na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, até ser transferido em setembro de 2015 ao centro de ressocialização Apac, em Santa Luzia. A transferência, no entanto, não significava progressão da pena.

Compartilhe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha carregando ...